And the Oscars goes to… Confira os looks do red carpet do Oscar 2015!

O Oscar de 2015 não surpreendeu no quesito resultados, a maior parte dos vencedores já eram esperados, aliás, mereciam muito. Meus favoritos Julianne Moore e Eddie Reymane, ganharam como Melhor Atriz e Melhor Ator.

Para mim os pontos altos da cerimônia foram os discursos de Patricia Arquette (vencedora do Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante) e John Legend e Common (vencedores do Oscar de Melhor Canção).

“A todas as mulheres que deram à luz, todo pagador de impostos e cidadão desta nação. Nós temos lutado pelos direitos igualitários de todos os outros. É nossa vez de ter salários iguais de uma vez por todas, e direitos iguais para mulheres na América”. Foi o que disse Patricia e recebeu um caloroso apoio de Meryl Streep na plateia.

“É dever de um artista refletir os tempos em que vivemos. Nós escrevemos essa canção para um filme baseado em eventos de 50 anos atrás, mas nós afirmamos que ‘Selma’ ainda existe porque a luta por justiça existe agora mesmo” Disseram os cantores ao receber o prêmio, com um discurso focado nos direitos igualitários independente de classe, cor, religião, opção sexual.

Saindo do discurso e indo para as performances musicais, eu estou emocionada até agora, e poderia falar um monte sobre isso, então decidi depois fazer um post apenas sobre esse tema.

E então chegamos a parte glamurosa da coisa, o figurino de todos que passaram pelo Red carpet, e pelas After Parties.

black dress oscar

Começando pelo pretinho básico, Cate Blanchett é Cate Blanchett. O que isso quer dizer? Que ela é sempre elegante, pode fazer o estilo clássica, princesa, básica, sempre vai estar bem. Um vestido que tinha tudo para ser simples, mas ficou lindo e ainda mais com esse colar. A Keira optou por esse vestido preto meio aveludado para a After Party, e apesar de eu não gostar muito, não vou criticar porque essa mulher tá uma grávida linda. Selena Gomez todo ano tradicionalmente vai a festa da Vanity Fair, e eu estava esperando algo mais ousado, gostei do tecido, mas achei muito fechado. Selena amiga você tem 22 anos!

black white oscar

Continuando nos clássicos Meryl Streep continua uma deusa do cinema, elegante, discreta, talentosa. Um arraso! Patricia Arquette eu realmente achei muito elegante, mas o cabelo estava muito mal feito. Reese e seu sorriso congelado, mas como 90% das vezes que está no tapete vermelho acertou. Zoe Saldana trocou de vestido para a After party, simples, e bonito, mas amei mesmo foi a trança.

nude oscar

Os tons de nude parecem que nunca mais vão sair de moda no Red Carpet. Jennifer Aniston divou, mesmo sem indicação, só queria ter visto aquele cabelo divo que ela costuma deixar, mas não rolou. Achei a Zoe Saldana linda, sexy, amei o vestido, mas cada vez que essa mulher respirava eu tinha medo dos peitos saltarem fora do vestido. Keira Knightley é a gravida mais meiga do mundo, quando olhei o vestido pela primeira vez fiquei meio pé atrás, mas acabei gostando por ele ser o certo a se usar no momento.

Champagne oscar

Os tons meio champagne também apareceram. Chloe Moretz estava uma fofura com esse vestido, que virou meme rapidamente comparado a cortinas e  colchas de cama, mas eu amei mesmo, principalmente esses bolsos que já foram moda e estão voltando. Juliane Moore, deusa, rainha, vencedora do Oscar de Melhor Atriz, tava elegante, mas não gostei do vestido, acho que foram esses apliques. Kerry Washington, posso dizer que gostei só da saia e odiei a parte de cima? Foi isso.

Branco oscar

Jenna que não precisa de mais nada no mundo só porque é casada com o Channing Tatum, mas ainda assim quis ficar linda para o Oscar e ficou. Lupita Nyong’o, se tornou queridinha de Hollywood no ano anterior, e foram poucas as vezes que errou em um tapete vermelho.  A cor, o modelo, as pérolas, tudo perfeito na premiação de ontem. Para ser bem sincera sobre a Marion, eu detestei, modelo, tecido e principalmente que coisa é essa nas costas abaixo do quadril?

princess oscar

E todo Oscar tem quem vai de vestido estilo princesa, Jamie Chung foi uma delas, eu gostei do vestido, porém eu não sei se optaria por um tule azul em cima, talvez preferisse uma outra cor. Felicity Jones estava linda, o vestido muito bonito, o cabelo certo para combinar. Mas eu só conseguia pensar que se esse vestido tivesse mangas ela seria uma perfeita personagem da série The Tudors. E Jennifer Lopez, preciso dizer algo? Amei a cor, amei as aplicações, amei a calda. Estava perfeita a J-Lo! Ou pelo menos estaria se alguém não tivesse inventado de ir com um vestido praticamente igual…

oscar1

Com diferença na cor, tamanho da calda e o cintinho que Jennifer acrescentou. Acontece né.

selfie

Por falar em Jennifer ela arrasou nas selfies. E olha a outra Jennifer louca ali trás.

chris-evans-oscars-2015-05

O que o Chris Evans está fazendo no meio do post? Só para ser admirado mesmo. Homem lindo, taquepariu.

Agora continuando…

red oscar

O que anda acontecendo com a Nina Dobrev no ultimo ano? Eu costumava invejar os vestidos dela, mas ela tem feito umas escolhas um pouco questionáveis para festas e premiações. Alessandra Ambrósio com um vestido de modelagem comum, mas que dá um ar todo diferente nela, porque ela é uma Angel e mata todo mundo de inveja. Dakota Johnson, minha preferida da noite, a cor do vestido tava linda, a fenda maravilhosa e a manga unica com brilho e com nó insinuando uma corda teria feito o Mr. Grey querer levá-la imediatamente para o Quarto Vermelho da Dor rsrs. E eu nunca achei que aprovaria um rabo de cavalo no Oscar, mas eu adorei. Katie Cassidy, trocou de vestido para a After Party, mas acho que eu prefiro o que ela usou na premiação.

Agora voltando a Dakota, assim como Bradley Cooper, ela levou a  mãe como sua acompanhante. E qualquer um pode ver nos olhos da Melanie Griffith o quanto ela está orgulhosa da sua cria nesse momento.

dak e melanie oscar

Vamos seguir em frente porque esse Red Carpet foi longo.

cor - oscar

Os coloridos foram poucos, mas apareceram. Eu simplesmente amei a cor do vestido da America Ferrera, acho que o modelo caiu super bem nela. Amy Adams não foi ao Oscar, mas foi na After Party, acho linda, adoro, mas parece que ela sempre usa mais do mesmo, fica meio repetitivo. Anna Kendrick, com certeza está entre os que mais gostei, pela cor, e pelo modelo, é exatamente o tipo de vestido que eu gosto. Emma Stone, desculpa a todos, mas eu acho ela tão sem sal, boa atriz, mas sem sal. E esse vestido estava estranho, talvez se o tom de verde fosse outro tivesse valorizado mais. Gostei do cabelo. Já Scarlett Johansson acertou no tom de verde, porém esse pescoço não ficou legal e o cabelo também não.

casais oscar

Coloquei esses casais aqui só para dizer que: tenho inveja das três mulheres. Channing e Jenna eternamente o casal de Ela danço, eu danço. Katie e Dana, produtor de 50 tons, que só descobri ontem que são um casal. E Sam, diretora de 50 tons, e Aaron me fazendo gritar de ódio,  porque algumas mulheres são sortudas, e outras são Sam Taylor. Como faz para conseguir um marido desses?

Adam Behati Oscar

Por falar em casal alguém joga sal na esposa do Adam Levine, por favor, queria saber como consegue ser tão sem graça do lado desse homem.

87th Annual Academy Awards - Show

Suspiros!

Aproveitando a foto do Adam ai, vamos falar do look de duas das cantoras da noite.

gaga oscar

Gaga chegou sendo Gaga, ou seja, chamando muita atenção de um jeito esquisito. Depois fez uma apresentação linda, com um vestido meigo, e foi pra After Party com esse preto lacrador. E eu só peço uma coisa: façam a Gaga aparecer normal mais vezes, porque ela é linda assim.

Rita Ora - Oscar

Rita Ora estreando no tapete vermelho do Oscar, e apesar de não ter gostado desse busto, não desgostei do vestido como todo. Depois veio a performance de Grateful, foi linda, mas ou eu estou enganada ou Rita havia postado uma foto usando esse vestido no dia do Golden Globes e acabou indo com outro. E ai como tudo que é bom sempre acaba Rita exagerou na transparência na After Party. Mas não foi só ela.

transparencias oscar

Teve Jennifer Lopez usando uma roupa que um monte de mulheres com a metade da idade dela jamais poderia usar, mas que nela fica maravilhoso. Teve Gigi Hadid que foi em duas festas, com um look mais ousado que o outro, mas escolhi mostrar esse que foi o top. A Irina Shayk, ex do Cristiano Ronaldo, fazendo o que sabe fazer de melhor, se aparecer. E Lily Collins, que mostrou que nem toda transparência fica sexy ou vulgar.

estranhos oscar

E para finalizar sobre os vestidos teve Chloe Moretz usando esse bem estranho na After Party decepcionando quem tinha gostado da meiguice na premiação. A Naomi Watts vestida de tijolinho prateado. E a Emma Stone mostrando que o vestido que usou na cerimonia era lindo perto desse ai. Na maquiagem duas coisas opostas chamaram atenção: a make neutra e a make com lábios fortes, em tons de vermelho.

make nude oscar

lady-gaga-emma-stone-dakota-johnson-e-margot-robbie-investe-no-batom-vermelho-para-o-oscar-2015-1424694525207_615x470

post ficou comprido, mas não dava para resumir todos esses looks. E ai o que acharam? Quais foram os melhores na sua opinião? E os piores? Beijos

Amanda

Cinema: Adaptação de 50 tons de cinza é uma grata surpresa

cinquenta-tons2-1024x434

A meia noite de quarta para quinta centenas de salas de cinema em todo Brasil estavam lotadas (a maior parte de mulheres). O motivo: a estreia da adaptação cinematográfica de 50 tons de cinza.

Desde que os livros foram lançados levantaram muitas polêmicas, de um lado uma legião de fãs apaixonados, de outro, críticos ferozes sobre a maneira como o sexo foi abordado nos livros. Mas enfim, para o bem ou para o mal, a autora Erika L. James se tornou um sucesso. Em determinadas semanas os três livros atingiram o número de 1 venda por segundo. Impressionante!

Não podia ser diferente com o filme, nas últimas semanas choveram entrevistas com os protagonistas, premières, ensaios fotográficos, pequenas cenas do filme para atiçar a curiosidade de todos e uma trilha sonora de tirar o folego. Mais de 3 milhões e meio de ingressos antecipados vendidos para a estreia e uma estimativa de lucro de 60 milhões de dólares para o primeiro fim de semana. E muito importante, entrando em cartaz com as duas sequências confirmadas e já em pré-produção. E apenas no dia de ontem os números já mostravam recordes de bilheteria em pelo menos cinco países.

Eis que chegou o grande dia.

E sim eu quase surtei por ter que esperar até as 19:30h de ontem para ver o resultado final, mas aqui estou eu, definitivamente orgulhosa e feliz com o que foi feito nessa adaptação.

Se você não leu o livro e espera que o filme seja um pornô, nem vá assistir. Ou vá e se surpreenda. Assim como o livro o filme está envolto no romance de Ana e Christian, e sexo é uma parte do romance obviamente, mas é retratado de forma muito envolvente e sensual, é aquela história sexy sem ser vulgar.

Fifty-Shades-of-Grey-Trailer-still-1-1275x526

Pela primeira vez eu gostei de ver um filme e ver a reação das pessoas no cinema, foi um tal de risadas para cá, e muitos gritos de “Gostoso”, “Ô lá em casa”, “Onde eu assino?”, “Nossa!”, “Com um homem desse topo tudo!” e coisas afins.  E no final um “Aaaah” generalizado.

Dakota Johnson deu um ar novo a Ana, eu já amava a personagem, mas a Dak deu mais vida, uma personalidade mais marcante, e mais visível. As cenas improvisadas por ela, a ironia, divertimento, provocação e inocência, tudo foi na medida exata para uma atuação excelente. Fiquem atentos a cena dela bêbada, é hilária. Jamie Dornan, é magnetizante em tela, ele te prende, é exatamente como eu imaginei que Christian deixaria qualquer mulher. A voz dele é um delírio a parte. Ele sustentou o olhar de dominador maníaco por controle a maior parte, mas deixou transparecer a fraqueza, a angustia, a doçura nos momentos que pedia. Confesso que as vezes achava que faltava algo nele, mas tenho um ponto em sua defesa. O livro foi escrito do ponto de vista da Ana, assim a Dakota tinha muito mais material para explorar sua personagem, e além do mais no primeiro livro/filme por mais envolvido que Christian esteja com Ana, ele ainda é o dominador, reservado, que quer exercer controle sobre ela, é só a partir de 50 tons mais escuros que você o conhece melhor.

ana christian

Ao contrário do que vinham dizendo Dakota e Jamie tem uma química incrível, eles parecem estar muito a vontade um com o outro, e sendo assim todas as cenas entre eles ficaram muito bonitas.

timthumb

Os personagens secundários são bem secundários, não vemos muito, com exceção de Kate, vivida por Eloise Mumford, que sempre aparece linda em cena. A mãe da Ana também me agradou muito. E Max Martini, o Taylor, apesar de ficar distante a maior parte do tempo é maravilhoso, lindo, e aquela voz? Rsrs

secundarios

Senti falta de apenas uma cena do livro que não tem no filme. E em alguns momentos achei que as reações do Christian podiam ser tão exageradas quanto no livro. Mas de restante achei que o que foi tirado e o que foi acrescentado contribuiu muito para o bom resultado do filme. Amei a sequência embalada por Love me like you do, da Ellie Goulding, dá um tom jovem e descontraído. Crazy in love da Beyoncé fez bem o seu papel na primeira cena mais forte do filme. A cena da negociação do contrato tende a ser minha preferida como é para Jamie e Dakota, ver sexo sendo discutido como negócio foi interessante e tem toda a tensão sexual quando isso acontece.

B9b44GJCEAASwoM

Algumas cenas passam bem rápidas e por isso acho que quem leu o livro tem uma vantagem para entender o que realmente se passou ali. Quando verem a cena deles indo jantar na casa dos pais dele e ele pergunta: “Você tem tudo que precisa?” e ela diz “Sim.” Os leitores entenderão a verdade rsrs.

Para finalizar amei o conceito da última cena, uma sacada interessante. É aquele momento que a cena está acabando e você sente vontade de gritar um “Não!”.

Eu li a trilogia pela primeira vez no meio de 2012, e posso dizer que depois de dois anos e meio o filme não só cumpriu como foi além das minhas expectativas. Como uma amiga disse: “Deram um tom leve a algo que tendia a ser muito sério, tenso, em alguns momentos as cenas em si de sexo chegam até a serem secundárias, apesar de estar sempre presente a tensão sexual.”

Está mais do que recomendado. E que venha 50 tons mais escuros!

Por: Amanda